Publié par : manuelsds | 25 mai 2011

Empresas de trabalho temporário acusadas de fraude fiscal de 15 milhões

Empresas de trabalho temporário acusadas de fraude fiscal de 15 milhões.

Quarta-feira, 25 de Maio de 2011

Empresas de trabalho temporário acusadas de fraude fiscal de 15 milhões


A notícia soube-se ontem e saiu hoje em vários jornais, o Ministério Público de Cascais lançou a operação « ET – evasão temporária » e realizou buscas em empresas de trabalho temporário por suspeita de fraude fiscal no valor de 15 milhões de euros.
O Ministério Público cumpriu 8 mandatos de busca domiciliária e a 17 empresas na sequência de uma investigação a empresas de trabalho temporário que falsificavam as declarações periódicas do IVA, lesando o Estado em mais de 15 milhões de euros.
Há ainda indícios de branqueamento de capitais que terá sido montado pelo administrador de uma das maiores empresas de trabalho temporário do país.

As Empresas de Trabalho Temporário voltam assim a mostrar a sua verdadeira face, para além de explorarem os trabalhadores, de realizarem todos os dias contratos temporários ilegais, ainda são apanhadas em complicados esquemas de fraude fiscal.
Ver notícia jornal público

Publicités

Laisser un commentaire

Entrez vos coordonnées ci-dessous ou cliquez sur une icône pour vous connecter:

Logo WordPress.com

Vous commentez à l'aide de votre compte WordPress.com. Déconnexion / Changer )

Image Twitter

Vous commentez à l'aide de votre compte Twitter. Déconnexion / Changer )

Photo Facebook

Vous commentez à l'aide de votre compte Facebook. Déconnexion / Changer )

Photo Google+

Vous commentez à l'aide de votre compte Google+. Déconnexion / Changer )

Connexion à %s

Catégories

%d blogueurs aiment cette page :